Casamento Santo Antônio da Prata

David & Maiara - Fotógrafo de Casamento RJ

Meus amigos, quero compatilhar este vento com vcs, pois sem dúvida em termos de cerimônia e principalmente dentro da Igreja Católica, foi a mais impactante.

Primeiro o padre conhecia o casal, segundo o casal de Biólogos, eram pessoas totalmente abertas para a vida, super mega amáveis, comigo fotógrafo e com todos os convidados. 

Eu repito aqui o que já falei mil vezes, eu dependo de casais que se amam, e que não tem medo de serem eles mesmos. E o David e a Maiara dão aula disso.

Bem aconteceram muitas coisas bem legais na cerimônia e uma delas, uma que a mim me fez derramar lágrimas, e veio de uma atitude nobre do Padre, pois em um determinado momento ele convidou dentre os convidados quem desejava declarar algumas palavras ao casal, e uma das pessoas que falaram, era uma evangélica, e ela mencionou alguns momentos do casal com a fé, e ainda orou, e o padre muito generoso permitiu, e logo após ele pediu uma abraço a aquela senhora, que se não me engano faz parte da igreja de Nova Vida. Coisa linda demais, talvez a imagem mais forte que vi este ano, e tem fotos disso.

Bem, só tenho agradecer ao casal e a Deus por tudo.


Vejam o texto que eu pedi ao casal escrever relatando como foi a experiência do casamento deles. Pois eles, fizeram tudo com as próprias mãos, e com poucos recursos, mas verão que as fotos ficaram dignas de um evento inesquecível.


TEXTO DO CASAL

Organizar esse casamento não foi uma tarefa fácil, a dificuldade já começou com a escolha do local, pois o casal de biólogos queria um local ao ar livre que ao mesmo tempo tivesse uma igreja para a cerimônia, tudo num só lugar. Depois de muito pensar, lembramos de uma igreja a poucos metros da casa da Maiara que era perfeita pro que sonhávamos, a paróquia Santo Antônio da Prata. Sim, o "santo dos casamentos". E durante todo o processo de construção do nosso dia ficamos malucos com tantos detalhes, tínhamos pouco dinheiro e muitos  sonhos, quase tudo foi feito por nossas mãos.
O tempo foi passando, os boletos sendo pagos, as coisas foram tomando forma, apareceram todos os problemas que alguém pode imaginar, mas a gente entregava nas mãos de Deus e sabíamos que tudo ia dar certo, a sensação é de que era uma prova pra no dia sair tudo perfeito. Apareceram também ajudas inesperadas e profissionais maravilhosos, amigos de longa data e amigos de pouco tempo que encheram o nosso coração de tanto carinho demonstrado.
Decidimos casar no inverno, ao ar livre. Pera aí? E se chovesse? Nem queríamos pensar nisso, mas fomos tão agraciados que na semana do casamento o tempo estava nublado até quinta, na sexta a frente fria se foi e sábado foi um clima super agradável!
Finalmente chegou o dia! E enquanto a noiva estava no seu dia de noiva, o noivo estava.. Bem, resolvendo os pepinos do dia que sobram para o noivo. De noite, o documento para assinatura ainda não havia chegado na igreja e bem, isso abriu espaço para que nossos amigos falassem enquanto o documento e chegava. Foi um momento que dispensa comentários, tivemos certeza ali do quanto éramos amados.
Nós só temos a agradecer! Depois de seis anos de uma amizade muito verdadeira, três anos de namoro e dois anos organizando o casamento, com várias coisas que poderiam dar errado, nós conseguimos ter o casamento dos nossos sonhos, simples  como nós e inesquecível. Com certeza o dia mais feliz de nossas vidas!!!